Quem vende mais imóveis? O corretor extrovertido ou o introvertido?

quem vende mais imóveis Nenhum dos dois. Um estudo publicado na revista Psychological Science desmascara a crença generalizada de que os extrovertidos são melhores vendedores do que os introvertidos. O estudo descobriu que quem vende mais imóveis são os profissionais flexíveis.

No mercado imobiliário é fácil observar que os corretores mais flexíveis e capazes de usar diferentes abordagens para se adaptar ao que a situação exige – para fazer os clientes mais confortáveis – são os que costumam ser mais bem sucedidos.

Por exemplo, imagine que você é uma pessoa quieta e pensativa, que está comprando um apartamento, gosta de dar atenção aos detalhes e levar algum tempo para tomar uma decisão. Imagine-se chegando em uma imobiliária e sendo abordado por um corretor de imóveis extremamente extrovertido, que pega na sua mão, lhe dá um ‘tapinha’ nas costas e começa a lhe oferecer diversas opções de imóveis, sem nem antes ouvir quais são suas necessidades reais.

Você vai gostar desse atendimento? Vai ter vontade de consulta-lo novamente? É bem provável que sua resposta tenha sido não.

E se você chegar na imobiliária e for recebido com um cumprimento calmo e um aperto de mão, por alguém que lhe pergunta como pode ajudá-lo. Parece bem melhor, não é mesmo?

Agora pense sobre o quão bem sucedido o corretor pode ser, se for capaz de perceber as pistas comportamentais de seus clientes em potencial.

Esta capacidade de modificar a sua abordagem de acordo com o que a outra pessoa prefere é um aspecto fundamental da inteligência emocional, que vai lhe ajudar a vender mais.

Veja essas dicas para corretores de imóveis se adaptarem aos clientes em potencial:

Observe primeiro: quando você conhece alguém, observe como eles se comportam. Eles são agitados ou mais calmos? Expansivos ou mais reservados?

Adapte-se a eles: Por exemplo, se a pessoa for do tipo agitado, tente se e acelerar um pouco. Se esta outra pessoa é mais formal e reservada, tente segurar um pouco sua simpatia. O importante é estar disposto a usar o mesmo nível de formalidade que a outra pessoa usa.

Não confunda como você age com quem você é: Algumas não gostam nem de pensar na possibilidade de serem flexíveis porque temem que isso não vai soar natural. Vale lembrar, que não é necessário mudar suas crenças ou valores, pois a versatilidade é simplesmente mudança de comportamento.

Fale a mesma língua que o cliente: Não ser versátil é como se você estivesse conversando com alguém do Japão, que fala português muito mal e você mesmo falando japonês com fluência, insiste em falar português com essa pessoa, porque é mais confortável para você. Esse tipo de atitude afasta as pessoas.

Que tal testar essas pequenas mudanças em seu comportamento? Se você transformar sua abordagem quando conhecer novas pessoas, vai estar mais próximo do ponto ideal de flexibilidade interpessoal.

 


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/123i/manualdocorretor.123i/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273